Descubra a importância da emissão da Nota Fiscal Eletrônica

Além de obrigatória, a emissão da Nota Fiscal (NF) também é essencial para manter a sua empresa regularizada com as questões fiscais.

Em resumo, a NF é um documento que concentra todas as informações referentes a impostos, produtos, valores e data da realização da compra. Além disso, também comprova a garantia da mercadoria, tanto para o comerciante quanto para o cliente.

O principal objetivo da Nota Fiscal é registrar os processos de compras, vendas, remessas, retornos, transferências, devoluções ou, até mesmo, complemento de impostos. Para isso, existem diversos modelos de notas como NF-e, NFC-e, CF-e SAT, NFS-e, MDF-e e CT-e.

Siga com a leitura e confira, no blog do Sistema Grátis, a importância da emissão da Nota Fiscal Eletrônica.

Quais são os modelos de Notas Fiscais?

Os modelos de NF variam de acordo com a atividade operacional de um estabelecimento.

Geralmente, as lojas virtuais utilizam a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), visto que o consumidor não está presente fisicamente no momento da compra.

Os comércios físicos normalmente emitem a NFC-e ou CF-e SAT, também conhecidos como cupom fiscal. As empresas prestadoras de serviços realizam a emissão de NFS-e, especificamente para serviços, já as organizações que realizam o transporte de mercadorias costumam optar pelos modelos MDF-e ou CT-e.

Saiba mais sobre cada uma delas nos tópicos abaixo:

NF-e (Nota Fiscal Eletrônica)

Muito utilizada por empresas que priorizam um modelo prático, que permite o envio de NFs por e-mail, sem a necessidade de impressão, a NF-e é um documento associado à compra e venda de produtos, capaz de validar o recolhimento de impostos sobre a comercialização das mercadorias.
Além disso, também apresenta informações sobre cobrança de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) e IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), os quais são enviados para a Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ).

NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica)

Esse documento serve para registrar todas as transações comerciais realizadas entre o cliente e a empresa. Considerada uma espécie de “cupom fiscal digital” a NFC-e é uma alternativa totalmente eletrônica que visa reduzir o volume de papéis utilizados para impressão dos cupons fiscais no varejo.
Serve para documentar as operações comerciais de venda presencial ou entrega em domicílio ao consumidor final, em operação interna e sem geração de crédito de ICMS ao adquirente.

CF-e SAT (Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos)

Emitido especificamente para os estabelecimentos do Estado de São Paulo, o CF-e SAT é parecido com a NFC-e e documenta, de maneira eletrônica, todos os arquivos e operações do comércio. Contudo, para que seja possível realizar a emissão, o empreendedor precisa de um equipamento SAT.

NFS-e (Nota Fiscal de Serviço Eletrônica)

Emitida exclusivamente para casos de prestação de serviços, a NFS-e é enviada para a prefeitura, onde o CNPJ da empresa está inscrito para a realização do cálculo do ISS (Imposto Sobre Serviço).

Por esse motivo, o próprio município possibilita a emissão do documento diretamente pelo site da prefeitura. Entretanto, é possível emiti-lo por meio de um ERP e manter os dados armazenados em uma única plataforma.

MDF-e (Manifesto do Documento Fiscal Eletrônico)

Semelhante à Nota Fiscal Eletrônica, o MDF-e é um documento fiscal digital exclusivo para transportadoras de cargas, que vincula todos os outros documentos fiscais emitidos e utilizados em determinada operação ou prestação de serviços de transporte.
Atua como uma espécie de “resumo das operações de transporte”, identifica as características dos lotes e informa os dados do veículo e do motorista, além dos locais de origem e destino da carga.

CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico)

Esse documento eletrônico é emitido em toda operação de serviço de carga realizada em território nacional, seja entre municípios ou estados. A sua emissão é obrigatória em todos os serviços de transporte rodoviário, aéreo, ferroviário, aquaviário ou dutoviário. O CT-e apresenta o remetente, destinatário e o trajeto que será percorrido pela carga.

Descubra a importância da emissão da Nota Fiscal Eletrônica

Tida como um documento fiscal de caráter obrigatório, a NF também tem como finalidade o registro e o recolhimento de impostos.

Além disso, uma nota também pode anular a outra. Isso ocorre em situações em que houve a emissão de uma nota e, logo em seguida, o item referente à NF foi devolvido ao estabelecimento. Então, é possível realizar uma nota inversa para anular a operação.

Também é importante mencionar que a Receita Federal faz uso desses documentos para mensurar a movimentação financeira entre as atividades comerciais. Dessa forma, quando uma NF deixa de ser emitida, compreende-se que os valores movimentados são omitidos ou, em outras palavras, que está havendo uma sonegação fiscal.

Nesse contexto, os documentos fiscais garantem a legalidade das mercadorias e serviços prestados perante a lei. Por isso, estar em dia com essas questões é uma maneira de aumentar a credibilidade de uma empresa em relação aos clientes e fornecedores.

Por fim, mas não menos importante, para as empresas que realizam a contabilidade, as NFs facilitam o momento de realizar o fechamento das contas, já que apresentam diversas informações contábeis, tornando as operações mais eficientes e assertivas.

Vantagens oferecidas pela emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

É certo que a emissão de documentos fiscais oferece uma série de vantagens tanto para o contribuinte, quanto para a sociedade como um todo. Confira as principais na lista que preparamos para você:

Para o contribuinte:

Redução dos custos com impressão e materiais para impressão;

Redução de custos de envio;

Mais espaço para armazenamento de documentos;

Ganho de tempo;

Aumento da segurança e sigilo de dados;

Incentivo de novas tecnologias.

Para o consumidor

Extinção de preenchimento de notas fiscais na entrada de mercadorias;

Redução no consumo de papel;

Garantia de troca ou devolução do produto.

Para a sociedade

Incentivo ao comércio eletrônico;

Redução dos impactos ambientais;

Possibilidade de surgimento de novos negócios relacionados à emissão de nota fiscal.

Como facilitar o processo de emissão de NFs

Embora o processo de emissão de NFs seja um tanto quanto burocrático, a verdade é que ele é fundamental para qualquer empresa.

Portanto, para facilitar as atividades, muitas empresas têm apostado no sistema ERP do Sistema Grátis. Uma plataforma simples e intuitiva, que além de inúmeros benefícios, como gerenciamento e controle de orçamentos e vendas, ainda proporciona maior agilidade na emissão de notas.

A partir do ERP do Sistema Grátis, o usuário pode realizar a configuração dos tributos para que eles sejam informados automaticamente nos documentos. Assim, além de minimizar os erros, é possível emitir uma Nota Fiscal Eletrônica em poucos segundos e deixar todas as informações da empresa armazenadas em um único local, para facilitar os balanços e faturamentos.

Quer saber mais sobre essa solução? Então, clique aqui, acesse o site do Sistema Grátis e confira todos os benefícios oferecidos por um ERP feito sob medida para atender à sua demanda.

No mais, continue de olho no blog. Sempre temos muitas novidades por aqui.

Um grande abraço e até o próximo post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: